Está em todo o lado de forma discreta: a arquitetura toca muitas áreas das nossas vidas e encontra espaço e inspiração de formas inesperadas. Uma exposição que combina arte e meio ambiente.

exposição eco visionários© Paulo Alexandre Coelho / Fundação EDP

Eco-visionários: Arte e Arquitetura após o Antropoceno” é a exposição do MAAT – Museu de Arte, Arquitetura e Tecnologia – que está patente até 8 de outubro de 2018, das 11h às 19h, em Lisboa.

Com curadoria de Pedro Gadanho e Mariana Pestana, esta é a primeira colaboração do MAAT com vários museus da Europa e centra-se nas questões ambientais que moldam o nosso planeta e sociedade. Este projeto aborda práticas correntes que propõem visões críticas e ao mesmo tempo criativas para lidar com estas transformações do mundo.

A exposição está dividida em quatro secções: Desastre, Coexistência, Extinção e Adaptação. No total, soma 30 obras expostas na Galeria Principal, que pretendem chamar a atenção para os problemas com o ambiente, provocados pela ação humana.

Trata-se de assumir o estado do planeta como consequência das nossas ações e perceber a relação que mantemos com ele.

A mensagem é forte: não podemos deixar o mundo morrer às nossas mãos, certo? Esta exposição de consciência ambiental pretende despertar as pessoas para os danos do planeta e a necessidade de todos assumirmos um modo de vida ecológico e sustentável… pelo bem de todos.

A exposição encerra às terças-feiras, mas nos restantes dias está de portas abertas para receber quem se sinta atraído pela temática. A entrada no MAAT tem o valor de 5€ ou 2,50€ para estudantes, sénior ou grupos com mais de 10 elementos.

O nosso blogue vai passar a dedicar um separador a eventos e exposições dedicados à arquitetura e áreas complementares. Fique atento para estar a par do que pode ver e conhecer pelo país.