O valor médio de avaliação bancária em Março, foi de  1 167 euros, sete euros superior ao observado em Fevereiro, um aumento de 0,6% e de 5,4% face ao mesmo mês do ano anterior.

De acordo com o INE – Instituto Nacional de Estatística, no mês em análise, o valor médio de avaliação bancária, realizada no âmbito de pedidos de crédito para a aquisição de habitação, subiu para 1 167 euros por metro quadrado (euros/m2).

Quando comparado com o mês anterior, o valor médio de avaliação dos apartamentos aumentou cinco euros em Março, para 1 218 euros/m2 . Já nas moradias verificou-se uma subida de oito euros, para 1 077 euros/m2 . Em comparação com o período homólogo, as avaliações bancárias de apartamentos e de moradias aumentaram 5,5% e 5,0%, respectivamente.

A nível regional, o INE indica ainda que as maiores subidas para o conjunto da habitação registaram-se na Região Autónoma dos Açores (2,5%) e no Norte (1,0%). Verificaram-se descidas no Alentejo (-0,8%), na Região Autónoma da Madeira (-0,2%) e na Área Metropolitana de Lisboa (-0,1%). Em termos homólogos a maior taxa de variação homóloga para o conjunto das avaliações verificou-se no Norte (7,8%) e a menor no Alentejo (2,5%).