O Programa «Casa Eficiente 2020» já foi lançado oficialmente pelo Governo. O Programa é dinamizado pela Confederação Portuguesa da Construção e do Imobiliário – CPCI, financiado pelo Banco Europeu de Investimento (BEI) em 100 milhões de euros e os restantes 100 milhões pela CGD, que disponibiliza 60 milhões, e o Millennium BCP e Novo Banco, com 20 milhões de euros cada.

A «Casa Eficiente 2020» para o período de 2018 a 2021, visa conceder empréstimos em condições favoráveis a intervenções que promovam a melhoria do desempenho ambiental dos edifícios de habitação particular, nos domínios da Eficiência energética, utilização de energias renováveis, eficiência hídrica e gestão de resíduos sólidos urbanos.

Segundo o Governo, os 200 mihões de euros podem abranger 12.000 habitações de forma a realizarem obras de beneficiação, sendo que os custos médios das mesmas rondem entre 12.500 e 13.000 euros.

Os interessados a concorrer vão poder simular no site criado para o efeito – o “Casa Eficiente 2020”.