No âmbito do Instrumento Financeiro para a Reabilitação e Revitalização Urbanas (IFRRU) 2020 já foram celebrados 15 contratos de financiamento no valor de 77 milhões de euros.

Estes números foram avançados pelo ministro do Ambiente, João Matos Fernandes, durante uma audição regimental no parlamento, na Comissão de Ambiente, Ordenamento do Território, Descentralização, Poder Local e Habitação, que indicou ainda que foram recebidas 81 candidaturas avaliadas em 254 milhões de euros.

De recordar que o IFRRU 2020 é um instrumento financeiro que visa “contribuir para a revitalização das cidades e para a reabilitação integral de edifícios, com uma forte aposta na eficiência energética, através da disponibilização de empréstimos com condições mais favoráveis face às existentes no mercado (em termos de taxas de juro, maturidades e períodos de carência)”, tendo sido criado no âmbito do Portugal 2020 (acordo de parceria adoptado entre Portugal e a Comissão Europeia), apresentando uma verba total de 1,4 mil milhões de euros.

Além dos 15 contratos assinados, encontram-se em fase de avaliação 625 intenções de pedido de investimento, o que corresponderia a um total de 1.750 milhões de euros, em 86 municípios, de acordo com os dados apurados até ao dia 22 de Junho.