De Janeiro a Agosto de 2018, foram emitidas 9.727 licenças de construção nova e reabilitação, um aumento de 22,3%, no novo crédito à habitação cresceu 24,8% para 6,5 mil milhões de euros, em termos homólogos.

De acordo com a Síntese Estatística de Habitação da AICCOPN, a estes números junta-se o licenciamento de fogos em construções novas, com uma subida de 39,6%, em termos homólogos, para um total de 12.887 habitações.

O relatório indica que apesar do aumento no novo crédito à habitação, o stock ainda mantêm uma trajectória de redução, com uma variação de -0,7% em termos homólogos, em Agosto. Quanto ao stock de crédito concedido pelas instituições financeiras às empresas do sector da construção e imobiliário registou-se, em Agosto, uma quebra homóloga de 5,0%.

Já o valor médio da avaliação bancária na habitação apurado em Agosto foi de 1.196 euros por m2 , valor que traduz um aumento de 6,6% em termos homólogos. Nos apartamentos, assistiu-se a uma subida de 6,7% e nas moradias de 5,6%, em termos homólogos.

Na Área Metropolitana do Porto, região em análise, observou-se um aumento de 67,0% nos fogos licenciados em construções novas até Agosto. Destes, 39,9% são de tipologia T3, 22,3% de tipologia T2 e 27,7% de tipologias inferiores. Quanto aos valores de avaliação bancária na habitação nesta região verificou-se, em Agosto, um aumento em termos homólogos, de 8,2% para 1.176 euros por m2 .

Veja mais notícias do mercado imobiliário aqui.
Encontre a casa dos seus sonhos no Imovirtual.