Da reabilitação de um Palácio do século XIX, no Príncipe Real, em Lisboa, vão sugir 11 luxuosos apartamentos, dando lugar ao empreendimento Contreiras Palace.

Uma co-promoção com a Estoril Capital Partners e a Jinling, sendo este o terceiro edifício adquirido em Lisboa por este promotor de Shanghai, depois do Duque Loulé 42 e do Duque Loulé 110. A Castelhana Real Estate foi a mediadora escolhida pela Jinling para a comercialização do empreendimento.

O palácio foi mandado construir em 1889 pelo oficial da Marinha e meteorologista José Augusto Alves do Rio, tendo-se mantido como residência particular até aos meados dos anos 70, altura em que a Embaixada Britânica o adquiriu para acolher o British Council. Agora, será recuperado o seu uso habitacional, mantendo intactas as fachadas, bem como pinturas, murais e tectos altos e trabalhados nos interiores.

Os apartamentos apresentam tipologias entre T1 e T4+1 duplex e áreas entre 81 m2 e 261m2, adaptados a um estilo de vida exclusivo e contemporâneo. Dispõe ainda de garagem com 13 lugares de estacionamento com acesso por rampa.