Nos primeiros nove meses deste ano, as licenças para construção e reabilitação de habitações aumentaram 19,7% para 10.910, face a igual período de 2017.

Segundo a Associação dos Industriais da Construção Civil e Obras Públicas (AICCOPN), as câmaras licenciaram até ao final de Setembro 14.347 fogos em construções novas, um aumento de 35,2% em termos homólogos.

O novo crédito concedido para aquisição de habitação cresceu 6,9% em Setembro, face a igual período do ano passado, sendo, contudo, o menor aumento dos últimos 49 meses.

Apesar deste abrandamento, as estatísticas de habitação da AICCOPN dos primeiros nove meses do ano revelam um aumento de 22,6% no novo crédito, face ao mesmo período de 2017.

O crédito concedido às empresas de construção e imobiliário caiu 4% em Setembro, em termos homólogos.

Já o valor médio da avaliação bancária na habitação atingiu os 1.205 euros por metro quadrado, no final do terceiro trimestre.

De acordo com a associação, este valor “traduz um novo máximo, em resultado de um aumento de 6,2% em termos homólogos”.

Nos apartamentos, assistiu-se a uma subida de 6% para 1.264 euros e nas moradias de 5,7% para 1.111 euros, em termos homólogos.