São os pormenores que vão tornar a sua casa apelativa. Está nas suas mãos valorizá-la aos olhos de quem a visitar.

Com os novos sinais de vitalidade no mercado imobiliário português, nota-se um aumento das transações de compra e venda e mesmo arrendamento nos preços praticados. Quando tencionar vender o seu imóvel opte por um período de crescimento como aquele que se vive atualmente.

De qualquer das formas há dicas e algumas regras que deve seguir que vão valorizar a sua casa.

Mantenha a casa sempre limpa e arrumada – seja no momento de tirar fotos, como na altura das visitas. Este último vai ser determinante já que se trata não só de uma questão de limpeza, mas da sensação que a casa vai transmitir a quem a visitar. E esse ambiente vai ser um fator decisivo na decisão dos seus potenciais compradores.

Se notar que há certos aspetos que podem ser aprimorados – novas pinturas, pequenas obras de melhoramento, melhores acabamentos – invista nessas pequenas obras de manutenção que valorizam a casa. É que na hora da avaliação do banco (caso o comprador peça um empréstimo), todos estes aspetos pesam.

Há também aspetos que não dependem de si, mas das infraestruturas, serviços, localização do imóvel e que vão valorizar a casa: um imóvel no centro da cidade, perto de serviços variados, com transportes públicos à porta, num prédio remodelado ou novo com uma fachada interessante vai ser certamente mais valorizado que outro com características semelhantes, mas numa zona menos acessível.

A par da localização, a orientação é outro dos elementos decisivos na hora de optar por uma casa: a nascente-poente é a melhor, isto é, o sol nasce de um lado da casa e põe-se no outro oposto. A casa apanha sol todo o dia, tem uma ótima luminosidade e, consequentemente, uma amplitude térmica menos oscilante, do que acontece na orientação norte-sul.

Estes e outros dados que determinam as preferências dos utilizadores do Imovirtual e que pesam na sua avaliação de um imóvel estão disponíveis num estudo recente.