Comprar uma casa a preços acessíveis é possível e a solução pode ser um leilão de imóveis onde se obtêm descontos entre 25% e 50%.

A Proteste Investe refere que existem muitas oportunidades. Nos três leilões que visitou em Portugal, verificou que quase metade dos imóveis obteve um desconto entre 25% e 50%. Em Viseu, o desconto chegou aos 74%.

“Nos leilões a que a Proteste Investe assistiu, concluímos que é vantajoso adquirir um imóvel nesta modalidade. Em média, fica cerca de 35% a 39% mais barato do que ir ao mercado”, escreve.

Nesta pesquisa, foi também analisada a questão: comprar para arrendar é também um bom negócio? Depois de exemplificar, aconselha os investidores a analisarem antes de licitarem e a ponderarem a rentabilidade do imóvel, a zona em que está inserido, os preços de arrendamento praticados na zona. “Só assim poderia calcular a rentabilidade do seu investimento. É fundamental fazer este exercício antes de se aventurar num leilão. Saber, por exemplo, se há muita oferta de imóveis para arrendar, o valor das rendas, o tipo de serviços e transportes disponíveis naquela zona”.

Para quem pretende investir para arrendar, a Proteste Investe aconselha a consultar a calculadora disponível no site da associação, para ajudar a encontrar a rentabilidade do investimento. Independentemente do valor, os imóveis que não são para habitação própria e permanente não estão isentos do pagamento de IMT.