As influências do norte da Europa já se fazem sentir a sul do continente e, aos poucos, conquistam várias áreas e momentos das nossas sociedades: imiscuíram-se pelo estilo de vida com o hygge (vivido pelos dinamarqueses, um dos povos mais felizes da Europa, que advoga um aconchego e uma fruição amável da vida) e agora entram-nos porta adentro.

O design escandinavo tem feito sucesso pelas casas portuguesas e é uma tendência de decoração de interiores. Para o descrever basta seguir a linha conceptual do hygge que se materializa numa lareira aconchegante, numa manta felpuda e num sofá suave – estes são os elementos-chave do estilo escandinavo. Agora basta extrapolar esta associação de conceitos para uma decoração coerente e fluida assente na pureza do par cromático branco&neutro (cor natural da madeira).

Na Escandinávia, o sol é de pouca dura nos meses mais frios, por isso as paredes das casas são, por norma, brancas ou em tons neutros, de forma a prolongar essa escassa iluminação e fazer o maior proveito dela. Para contrapor com os brancos, opte por apontamentos cinzentos ou beges. Para que a sua casa reflita uma paz de espírito e felicidade serena, opte por desobstruir as passagens e livrar-se do excesso de coisas e objetos. As divisões amplas devem ser o seu objetivo, de forma a que a luz não encontre obstáculos: decore as janelas com cortinados claros e leves e luzes brancas quando se tratar de iluminação artificial. Este estilo pode ser inserido na categoria do minimalista, por isso toda a sua decoração deve ser pensada ao pormenor, sem espaço para mais um vaso ou enfeite. Uma casa clean reflete uma mente limpa.

dec. estilo escandinavo

De olhos postos na Natureza, o estilo escandinavo privilegia as matérias-primas naturais como a madeira para uma vertente mais rústica: do chão, às mesas e cadeiras, até à decoração. Não se limite, a madeira tem variadíssimas tonalidades, por isso combine-as sem receios, mas sempre preferindo as linhas sóbrias e simples. Acompanhe estes elementos naturais com vasos de pequenas plantas para acrescentar elementos de cor e vida à sua decoração. Pode ainda extravasar nas mantas e almofadas caso opte por acrescentar mais cor e alegria numa versão própria desta tendência de decoração. O estilo escandinavo é igualmente inspirado nas características do artesanato da região.

No que a móveis diz respeito, existem várias colecções de diferentes marcas de decoração de interiores inspiradas unicamente neste design e nos seus impulsionadores (como Eero Saarinen e Verner Panton), que têm uma coisa em comum: o estilo retro que, com peças de tamanhos e formas diferentes, contrabalança com as linhas austeras que dominam a restante decoração.

Fique a par das tendências de decoração para 2018 ou como tirar o máximo proveito do espaço em apartamentos pequenos.