Há uma série de casas extraordinárias pelo globo que se destacam pela sua forma, tamanho, construção ou localização – são autênticas referências da arquitetura, que arrancam suspiros de admiração.

Graças à série “As Casas Mais Extraordinárias do Mundo” (Netflix), conhecemos construções que se destacam pela exuberância – as verdadeiras casas de sonho. Algumas delas estão em território nacional. Vamos começar por aí!

Wall House, Portugal

Wall House, Portugal

Construída pelo atelier de arquitetura Guedes Cruz, esta residência é uma verdadeira caixinha de surpresas e o exemplo ideal da domótica na sua aplicação: tudo é telecomandado. Mas o mais surpreendente são as paredes móveis (por telecomando) –  a ideia é abrir a casa ao exterior no Verão e fechá-la na estação fria.

Nesta casa não há uma, mas duas piscinas: uma por cima da outra, sendo a de cima feita de acrílico transparente. De baixo vêm-se as pessoas que utilizam a piscina superior! Por ser transparente a luz atravessa-a diretamente.

Cabana Lyngholmen, Noruega

Cabana Lyngholmen

É uma casa de férias numa ilha norueguesa e quase nem se dá por ela. Quase ao nível do ambiente circundante, esta casa de sonho com 100 metros quadrados está camuflada na paisagem natural onde foi construída e abrigada do vento (isto porque está “encaixada” num muro natural de rochas) – uma referência da arquitetura.

Com quatro quartos, tem um ambiente acolhedor e quente. Com o oceano aos pés, os mergulhos no Verão são obrigatórios – pelo menos para os donos da casa.

Flint House, Inglaterra

No campo, em Buckinghamshire, encontra esta casa construída à base de sílex (rocha sedimentar silicatada), pensada e projetada pelo arquiteto Skene Catling de la Peña.

A forma segue o perfil das árvores que ali crescem e a casa está intrinsecamente ligada à paisagem. Os materiais usados são também os da região – betão, vidro, metal, gesso. A casa forma uma linha ascendente em comprimento. O interior é clean e minimalista com detalhes de decoração em madeira.

Casa Ktima, Grécia

Casa Ktima

Esta casa de sonho, construída segundo os regulamentos locais da isolada ilha de Antiparos (Grécia), obra de dois jovens arquitetos portugueses por encomenda.

Camilo Rebelo e Susana Martins não tiveram o trabalho facilitado: o pedido era que a casa passasse despercebida para quem a visse. A maior parte da habitação está debaixo de terra. O telhado reto está coberto de vegetação que regula a temperatura da própria casa. Ktima, em grego, significa pedaço de terra fértil e esta casa faz jus ao seu nome.

Para casas de sonho mais acessivas, nada como visitar o separador do nosso blogue dedicado exclusivamente a imóveis de suster a respiração.